AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO ALTO DO LUMIAR -Lisboa-

“Aprender é cada vez menos memorizar conhecimentos e cada vez mais preparar-se para os saber encontrar, avaliar e utilizar. A capacidade de atualização passa a ser uma ferramenta essencial para o indivíduo que quer sobreviver numa sociedade de verdades relativas e efémeras. Neste contexto a Biblioteca Escolar é central no processo educativo.”

José Calixto - A Biblioteca Escolar e a Sociedade de Informação, Lisboa: Editorial Caminho, 1996, p.86(Caminho da Educação nº2)

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Fórum Informal sobre Literacia Mediática




Entrada livre mas sujeita a inscrição -  ver QRCode e link no cartaz  - que depois terá ainda de ser confirmada  por parte do CNE.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Concurso: Conta-nos uma História! – 10.º Edição

O Ministério da Educação (ME), através da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027), em parceria com a Microsoft, a Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI) e com a Rádio ZigZag, lança a 10.ª edição do concurso "Conta-nos uma história!".



À semelhança das edições anteriores, esta iniciativa pretende fomentar a criação de projetos desenvolvidos pelos estabelecimentos de Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico que incentivem a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nomeadamente tecnologias de gravação digital de áudio e vídeo. Pretende-se também contribuir para a definição de ações estratégicas de ensino, promotoras de situações de aprendizagem significativa.

A introdução do Inglês no currículo do 1º CEB, nos 3.º e 4.º anos, justificou, em 2016/2017, a criação da categoria de língua inglesa “Once Upon a Time...”, alargando assim o âmbito deste concurso.

As histórias a admitir a concurso, em língua portuguesa e em língua inglesa (3.º e 4.º anos), podem ser originais ou consistir em recontos com base em fábulas, parábolas, contos, mitos ou lendas e outros textos já existentes, podendo ser humorísticas, educativas, tradicionais, etc.

Nesta 10.ª edição, podem ainda ser abordados os domínios contemplados na Estratégia Nacional de educação para a Cidadania, nomeadamente o da Educação Ambiental e o do Risco, através da exploração de temas como, por exemplo, proteção da floresta, entre outros.

Em todos os casos, deve existir um narrador e diferentes personagens, sendo obrigatória a existência de diálogos.

A candidatura é feita online, até ao dia 31 de janeiro de 2019, através do preenchimento de um formulário disponível em http://erte.dge.mec.pt/formularios

A entrega dos trabalhos decorrerá de 16 de janeiro a 29 de março de 2019, no endereço http://erte.dge.mec.pt/formularios


Para mais esclarecimentos, consultar o site de apoio (http://erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia) ou contactar através do endereço de correio eletrónico: podcast@dge.mec.pt

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

FEIRA INTERNACIONAL DO LIVRO DE GUADALAJARA

Portugal é o convidado de honra na 32ª edição que decorre na cidade mexicana até 2 de dezembro. 


A maior feira literária da América Latina abre ao público este sábado e conta com a presença de mais de 40 escritores portugueses, num programa que inclui visitas a escolas, lançamento de livros, sessões de leitura, concertos, dança, teatro, exposições e encontros com leitores.




Entre os autores portugueses que estarão presentes na feira contam-se António Lobo Antunes, Manuel Alegre, Hélia Correia, Lídia Jorge, Dulce Maria Cardoso, Teolinda Gersão, Nuno Júdice, Gonçalo M. Tavares, Afonso Cruz, José Luís Peixoto, Ricardo Araújo Pereira, João Tordo e editores como Zeferino Coelho, Bárbara Bulhosa e Francisco José Viegas.

Germano Almeida, Mia Couto e José Eduardo Agualusa, três nomes da literatura africana e lusófona. Seguem também na comitiva portuguesa os músicos: Ana Bacalhau, Sara Tavares, Capicua, Camané ou Ricardo Ribeiro.


A comissária Manuela Júdice, atual secretária geral da Casa da América Latina em Lisboa, explica ao Público

“Que as pessoas entrassem e nos viessem visitar sem perturbar a circulação da entrada na feira. Não é preciso dar a volta ao pavilhão, ele tem amplitude suficiente para ser local de passagem. Uma vez lá dentro, temos de ser suficientemente atractivos para convencer os visitantes a ficarem. O pavilhão é permeável, mas tentámos criar espaços com conteúdos que funcionem como íman.”

Para saber mais sobre o programa de actividades da FIL pode consultar https://www.fil.com.mx/

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

LITERACIA 3D - Escola Virtual

Foi ao longo desta semana que os alunos do 2ºciclo da EB Alto do Lumiar participaram  na primeira fase do concurso nacional, lançado pela Porto Editora - Literacia 3D: desafio pelo conhecimento. Este desafio tem o propósito de se avaliar as competências  dos alunos em quatro dimensões do saber: Matemática, Ciência, Leitura e Inglês.





quinta-feira, 22 de novembro de 2018

MIBE

Ainda no âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, 
o 3º B da EB1 PJMRM presenteou a BE
 com este lindo coração!


terça-feira, 20 de novembro de 2018

Dia Internacional dos Direitos das Crianças

Foi a 20 de novembro de 1959 que se proclamou mundialmete a Declaração dos Direitos das Crianças 

A 20 de novembro de 1989 que adotou-se  A Convenção sobre os Direitos das Crianças.


O objetivo da data é salientar e divulgar os direitos das crianças de todo o mundo. 




segunda-feira, 19 de novembro de 2018

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO | Valorsul

Esta semana recebemos na  EB Alto do Lumiar a Bióloga Rita, da Valorsul, para promover a reciclagem e as boas práticas ambientais. Estas ações de sensibilização foram realizadas a partir do Jogo "3R". Ora espreitem...
















Labirintos de Literatura e Ciência


O Plano Nacional de Leitura (PNL2027) celebra a Semana da Ciência e da Tecnologia, com o início de um ciclo de sessões de divulgação sobre Literatura e Ciência, em parceria com o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL).


A primeira sessão, ” Labirintos”, decorre no dia 19 de novembro, entre as 17h e as 18h30, no Teatro Thalia, em Lisboa, sob a responsabilidade dos Professores Dinis Pestana, do CEAUL, organizador e moderador da sessão, e José Félix Costa, do Instituto Superior Técnico (IST).

Do mito clássico do labirinto cretense aos labirintos de Jorge Luís Borges, iremos viajar por diferentes leituras, autores e épocas.

Esta iniciativa tem como público-alvo jovens curiosos dos ensinos secundário e superior que convidamos a participar nesta sessão.
A partir de janeiro dar-se-á continuidade a esta iniciativa com novas sessões sobre Literatura e Ciência.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Dia Europeu do Antibiótico



Nove décadas depois da descoberta da penicilina, há novos riscos à espreita no que diz respeito à utilização dos antibióticos: as bactérias resistentes aos antibióticos representam uma das principais ameaças à saúde pública mundial.

As infeções por bactérias resistentes a antibióticos matam mais de 33 mil pessoas na Europa por ano e Portugal está entre os países mais afetados, segundo dados de 2015 da Rede Europeia de Vigilância da Resistência Antimicrobiana.

No próximo dia 18 de novembro assinala-se o Dia Europeu do Antibiótico e para que possa sensibilizar a comunidade escolar para este assunto...








terça-feira, 13 de novembro de 2018

Inauguração da exposição Tcharan! Circo de experiências



"Senhoras e senhores, meninos e meninas, bem-vindos ao Circo de Experiências!".



Em plena Semana da Ciência e da Tecnologia 2018, o Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva apresenta uma nova exposição permanente.



É com muito gosto que lhe endereçamos este convite para a inauguração de Tcharan! Circo de Experiências, no dia 20 de Novembro, terça-feira, às 18.00.



Num espaço onde a descoberta do parque se alia à emoção do circo, vai poder percorrer um labirinto de espelhos, andar de monociclo ou saltitar num chão musical. A Casa Inacabada, um dos espaços mais queridos dos nossos pequenos visitantes, também regressa com uma nova cenografia. No palco da tenda central, o visitante é a estrela e a adrenalina transforma-se em conhecimento.



Faça parte deste espectáculo!

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

O AEAL APADRINHOU ESTA CAUSA

Foi este o feedback do impacto da campanha das Mochilas Solidárias...


Conseguiu-se, com a ajuda de todos, entregar em Cabo Verde mais de 4000 mochilas e muitos dos beneficiados escreveram postais a agradecer. Reuniram algumas fotografias desta iniciativa e prepararam este pequeno vídeo: 

Aqui vos deixamos a carta que recebemos...








quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Dia das Bruxas

O dia mais assustador do ano, foi celebrado um pouco por todas as escolas!


Aqui ficam alguns trabalhos!







quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Olhar. ver, interpretar

Duas turmas do 5ºano foram esta manhã ao Museu Calouste Gulbenkian - "Olhar, ver e interpretar".

Como vemos e o que vemos realmente? Olhar e ver significarão exatamente a mesma coisa? Haverá olhares que não envolvam o pensamento? Como lemos uma obra de arte? A partir de uma seleção de obras da Coleção do Fundador, a visita incide sobre o olhar e a perceção, convidando os alunos a discutir, a observar, a tomar decisões, a escolher perspetivas e pontos de vista na leitura das obras de arte, com base no seu universo de referentes.


Quem foi Calouste Sarkis Gulbenkian ?







Quadro pintado por Vittore Carpaccio, 1505



Escultora em mármore de Jean-Antoine Houndon, 1780


FLORESTAR PORTUGAL 2018 - 17 a 25 de novembro

AMO Portugal - Associação Mãos à Obra Portugal

Vamos cuidar da nossa floresta, ela depende de nós e nós dependemos dela.


Daqui a 1 mês vamos pôr MÃOS À OBRA e contribuir para um Portugal mais verde! 

Durante o período de 17 a 25 de Novembro, queremos reforçar o Dia da Floresta Autóctone23 de Novembro, que foi estabelecido para promover a divulgação da importância económica e ambiental da conservação das florestas naturais e a necessidade de as salvaguardar da destruição.

A nossa Floresta tem vindo a sofrer grandes alterações pela ação do homem, principalmente na ocorrência de incêndios e da desmatação excessiva, logo temos de meter “Mãos à Obra” para minimizarmos os efeitos nefastos de uma floresta queimada (perda de solo, perigo de aluviões e enxurradas, perda de biodiversidade, surgimento de espécies invasoras, entre outras).

Podes organizar várias atividades em prol de um Ambiente mais saudável e ecológico, de entre as quais:
  • Florestar com espécies autóctones;
  • Recolher bolotas e semeá-las (em pacotes de leite ou garrafas de plástico) e fazer um viveiro de plantas (para o ano estarão prontas a ser plantadas);
  • Elaboração de herbários em instituições escolares;
  • Passeios ou "pedipapers" de sensibilização ambiental e identificação de árvores autóctones
CONTACTA A TUA CÂMARA OU JUNTA DE FREGUESIA: eles sabem o que é necessário!

VAMOS FLORESTAR PORTUGAL! E TU? VAIS FICAR EM CASA?!

Para saber mais, para inscrição individual ou para participar como parceiro, visite http://www.AMOPortugal.org.